Mapa dos Produtores Orgânicos de SC

Nos últimos anos, a criação de instrumentos de monitoramento e certificação da produção orgânica cresceu significativamente em todo país. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, mantém atualizado o Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos - CNAPO, instrumento que dá transparência e legitimidade às Unidades de Produção Orgânica (UPO) que possuem algum tipo de certificação. Nesse sentido, o objetivo do presente trabalho é apresentar a distribuição espacial das propriedades com produção orgânica certificadas (UPO) por município e região, de modo a oferecer informações sobre a quantidade de produtores no estado. Futuramente pretende-se agregar ao Infoagro dados (tipo de produto, quantidade e preços praticados) da produção orgânica catarinense.

Produção Orgânica

Santa Catarina possui um sistema produtivo caracterizado pela predominância de pequenas unidades de produção rural familiar, estando sua economia sustentada basicamente em atividades agrícolas, pecuárias e pela transformação de seus produtos, o que lhe confere um alto grau de dependência econômica deste setor. Para uma pequena parcela de agricultores familiares que adotam sistemas produtivos diversificados, novas possibilidades de êxito surgiram, permitindo a essas famílias desenvolver atividades produtivas que oferecem produtos de qualidade, proximidade com consumidores, produtividade, humanização e respeito às relações de trabalho, preocupação com a saúde humana e animal e respeito aos ambientes naturais.

Acompanhando tendências mundiais, a agricultura familiar vem se identificando e estreitando relações com correntes teóricas e práticas de promoção do desenvolvimento rural sustentável e da produção limpa de alimentos. A própria sustentabilidade do modelo da agricultura familiar vem sendo discutida e, ao mesmo tempo, é neste ambiente que têm tomado corpo conceitos de novas formas de fazer agricultura. Nas últimas décadas a agricultura familiar tem demonstrado ser o sistema produtivo mais apropriado para o desenvolvimento da agricultura orgânica.

Pela importância que vem tomando a produção e o consumo de alimentos orgânicos em todo mundo, e em particular em Santa Catarina, é fundamental que as relações comerciais de oferta e demanda sejam acompanhadas e monitoradas. Atualmente, a certificação da produção é primordial para dar credibilidade aos produtores, trazer segurança aos consumidores e estabelecer uma padronização da produção dos alimentos orgânicos. Da mesma forma, é fundamental compreender a dinâmica dos circuitos de comercialização, tendo em vista que a abrangência geográfica pode ser determinante na formação do preço de venda.

Glossário:
Certificadora – empresa pública ou privada credenciada e habilitada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária – MAPA, para realizar a certificação da produção orgânica.
OPAC – Organismo Participativo de Avaliação de Conformidade, que deverá ser legalmente constituído e registrado no Sistema Brasileiro de Avaliação de Conformidade Orgânica - SisOrg.
UGT – Unidade de Gestão Técnica da Empresa de Pesquisa e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri
Microrregião – Unidade de divisão regional utilizado pelo IBGE.

Produção Orgânica